Não me ensinaram sobre o sentir

Não me ensinaram sobre o sentir. Queria a oportunidade de poder ter o controle sobre o que sinto, senti e irei sentir. Mas, é impossível adquirir tal habilidade, pois ninguém nunca me ensinou sobre o sentir. Não entendo como é possível te olhar e sentir meu estômago gelado, o corpo arrepiado e o coração disparado. Para! Grito num silêncio ensurdecedor, mas num barulho sem ruído em minha mente. Porém nada acontece. Nada acontece porque ninguém me ensinou sobre o sentir. A ansiedade toma conta do meu corpo sem ao menos, eu liberar sua entrada. O medo tenta me dominar sem eu abrir os olhos para ver o que me assusta. Tudo isso acontece porque ninguém me ensinou sobre o sentir. Dizem por aí que ninguém nasce sabendo de nada, mas digo uma coisa, já nascemos sabendo como sentir, porque não existe outra explicação para todos esses sentimentos existirem dentro de mim, pois ninguém me ensinou sobre o sentir…

~ por Artur Leite em outubro 20, 2010.

4 Respostas to “Não me ensinaram sobre o sentir”

  1. talvez a questão não seja o saber sobre o sentir.
    talvez a verdadeira dúvida é saber a intensidade de como sentimos, porque isso sim, define o que vem depois, aquilo que vai muito além do que um mero sentimento.

  2. Se pudéssemos conduzir os sentimentos… Mas o bom da vida é sentir, despedaçar, refazer. A gente se rasga, mas se costura depois. Sempre! Enquanto isso, sinto, sinto, sinto.
    Então, deixa vir todos os sentimentos, no final, a gente se ensina, se descobre, se realiza. O que vale é sentir!
    Lindo, Tu. Lindo!

  3. Não me ensinaram sobre o sentir também, por isso que é tão bom. Não há regras, padrões e muito menos controle sobre os nossos sentimentos, podemos até disfarça em alguns momentos, mas eles sempre se revelam. A vida é bela, é só saber viver – dito popular que quase todo dia ouço aqui em casa e que se aplica a esse belo texto. Viva, sinta, sorria o dia já raiou e faz frio na roça. =)

  4. O bom seria se soubéssemos como dosar tudo o que sentimos. Talvez essa seja a chave da questão, pois todos sentem, todos sabem sentir. Só não sabemos lidar com todo esse turbilhão de sensações que brotam dentro da gente. Alguns têm mais facilidade para lidar com isso, outros têm pouca e alguns ficam totalmente perdidos quando se vem nessa situação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: