Saudade

Um dia perguntei ao tempo qual o problema dele com a saudade.
O mesmo ao tentar responder, cortei-o:
“Você já percebeu que consegue fazer as pessoas esquecerem até mesmo um grande amor?”
O tempo se calou e expressou-se pensativo…
“Tempo – eu disse – se entenda com a saudade. Por que ela insiste em ser tão mais forte do que você?”
O tempo continuou em silêncio.
“Você tempo, consegue apagar até a fisionomia das pessoas de nossa mente com o passar dos dias… como não consegue encontrar uma solução para que a saudade não insista em permanecer. Incrível. Quando você passa tempo, a saudade só faz aumentar, e aumentar e aumentar…”
O tempo parecia não saber explicar. De repente as palavras se esconderam e por um instante eu sentir o tempo parar. Os sentimentos se assustaram junto com meu coração que por alguns instantes achei que não iria suportar o parar do tempo. Justamente nessa hora, a saudade se foi também. Um misto de desespero tomou conta de mim, e o tempo, voltando a funcionar, me disse…
“Eu ando junto com a saudade. Não posso permiti-la se acabar, junto com ela faço com que você não esqueça aquele grande amor, por mais que o sentimento se desligue, e talvez até faço a fisionomia de alguém sumir, mas o que esse alguém lhe proporcionou deixo que a saudade nunca faça você esquecer. Então meu caro, a saudade não é mais forte do que eu e não tenho problemas nenhum com ela, muito pelo contrário ela caminha junto comigo, por isso não há como fugir da sua presença”
Aceitei então a saudade. Por mais que seja difícil, percebo que ela faz parte de nossas vidas assim como o tempo… Não tem como desligar deles.

Saudadesdetodosedetudo.
😀

~ por Artur Leite em março 12, 2009.

4 Respostas to “Saudade”

  1. Tudo podia ser perto, e todo mundo podia morar perto também!
    aii, agente não ia sentir sauddes!
    mas as vezes saudades faz bem, não sei quando mas deve fazer bem!
    Sentir saudades não é o meu sentimento favorito confesso, dói demaaais!
    mas eu aprendi também a me acostumar com ela =]
    um beijos Tuco!

  2. FILOSOFO!

  3. Saudades.
    Existe uma canção que em um de seus versos diz: ” aprendi sem a gramatica que saudades não tem tradução”.

    E é realmente isso… não a como traduzir.
    Abraços TuCa.

    [ hoje de fato comecei minha monografia. tô aqui na UESB fazendo pesquisas e mais pesquisas… no intervalo passei por aqui. OMG. medoooo…rsrs]

  4. saudade de você.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: